Login    



2006, vol XV, nº1 e 2
1.º e 2.º semestres


A versão integral deste texto só está disponível on-line para os sócios da APM com as quotas actualizadas. Se é sócio faça o seu login.


Artigos

Aprendizaje colaborativo y formación de asesores en matemáticas: Análisis de un caso
Carmen Penalva; Carolina Rey; Salvador Llinares

Resumo. Neste estudo analisamos como professores do ensino primário atribuem sentido à informação procedente da área da Didáctica da Matemática num curso de orientadores, quando envolvidos num ambiente de aprendizagem interactiva. Este ambiente articula-se em torno da reflexão sobre um problema profissional e mediante a participação em debates virtuais e presenciais. Os problemas profissionais em que incidiu a reflexão foram: diagnosticar as dificuldades de aprendizagem dos alunos do ensino primário e planificar uma intervenção focando o ensino do algoritmo da divisão tendo em conta as causas dessas dificuldades. Os resultados obtidos indicam que os professores fazem um uso progressivo da informação teórica sobre a aprendizagem matemática quando descrevem e justificam as dificuldades que os alunos têm com esse algoritmo. Neste contexto, a construção do conhecimento profissional evidencia-se pelo modo como os professores negociavam o significado das ideias teóricas e o modo como relacionavam as diferentes ideias para explicar as dificuldades dos alunos. Uma implicação destes resultados é que a interacção colaborativa entre professores na resolução de problemas profissionais é um apoio à operacionalização das ideias teóricas e à sua aprendizagem.

Palavras-chave: Aprendizagem colaborativa; Orientadores; Conhecimento profissional; Formação de professores; Instrumento conceptual; Interacção; Reflexão sobre a prática.


Páginas : 95 a 120

<< Voltar ao Indíce





© Copyright 2007 Associação de Professores de Matemática / Todos os direitos reservados