Login    



2004, vol XIII, nº2
Julho/Dezembro


A versão integral deste texto só está disponível on-line para os sócios da APM com as quotas actualizadas. Se é sócio faça o seu login.


Artigos

Desafios da Complexidade: Novas tendências de reconceptualização curricular
Idália Sá-Chaves

Resumo. O texto que se apresenta tem uma dimensão prospectiva e pretende contribuir para a reflexão sobre as questões da mudança em educação, nomeadamente naquilo que se refere aos desajustes entre as expectativas sociais e a resposta educacional, percebida em termos de formação e desenvolvimento social e humano numa perspectiva de redefinição do perfil de cidadania à saída da escolaridade básica.
Considerada a complexidade de tal reflexão, o seu objectivo mais específico é trazer ao debate algumas questões que se afiguram como aspectos cruciais dos processos de mudança e de regulação curricular decorrentes, sobretudo, das alterações e desenvolvimentos sociais que atravessam a contemporaneidade.
Defende-se que tal pretensão só poderá fazer sentido se os profissionais implicados nos diferentes sistemas sociais (formais e informais) que interferem nos processos educativos, puderem desenvolver uma consciência crítica acerca das implicações da sua acção a médio e longo prazos e, em tempo útil, puderem também reconsiderar as suas próprias concepções quanto ao que se entende (ou deverá entender-se) por formação e por desenvolvimento pessoal, profissional, social e humano. E se, em conformidade, reconsiderarem também as práticas de intervenção educacional a todos os níveis que os sistemas educacionais apresentam, com vista a uma regulação coerente, sistemática e persistente dos processos de mudança e de melhoria quer da sua qualidade intrínseca e imediata, quer a um nível mais lato e abrangente da sua resposta ao mundo.
A reflexão acerca das tendências curriculares, suscitadas pelas mudanças geográficas, demográficas e culturais, que caracterizam as sociedades contemporâneas, decorre de um estudo internacional realizado sob a égide do Conselho Nacional de Educação através do qual foi possível identificar alguns indicadores facilitadores dos processos de reconceptualização curricular dos quais se salientam as ideias de transcurricularidade, flexibilidade, diferenciação, mobilidade e internacionalização, entendidas também como princípios fundadores de uma filosofia de formação em processo de emergência.

Palavras-chave: Complexidade; Contemporaneidade; Novos saberes básicos; Reconceptualização curricular; Formação de professores; Paradigmas de formação.


Páginas : 75-86

<< Voltar ao Indíce





© Copyright 2007 Associação de Professores de Matemática / Todos os direitos reservados