Login    



2001, vol 10, nº1
Janeiro/Junho


A versão integral deste texto só está disponível on-line para os sócios da APM com as quotas actualizadas. Se é sócio faça o seu login.


Artigos

Interacções entre Pares e Estatística: Contributos para o estudo do conhecimento instrumental e relacional
Carolina Carvalho; Margarida César

Resumo. Pretendemos analisar o modo como os alunos mobilizam os conhecimentos estatísticos relacionados com os conceitos de média e mediana. Vários autores afirmam que os alunos aprendem a utilizar conhecimentos de forma instrumental, mas não são capazes de o fazer de forma relacional, ou seja, limitam-se a adquirir competências computacionais. Por outro lado, a investigação recente no domínio da psicologia social genética e da investigação sócio-cultural tem realçado o papel que as interacções sociais desempenham nos processos de apropriação e mobilização de saberes e competências, por parte dos alunos. A análise das estratégias de resposta de 136 díades a uma tarefa de Estatística (ano de escolaridade) revelou que a maioria dos alunos não apresenta dificuldades no cálculo da média e da mediana. Contudo, se efectuarmos uma análise de tipo qualitativo, verificamos que os argumentos que os alunos utilizam possuem níveis diferentes de compreensão destes dois conceitos: a média está mais frequentemente associada a um conhecimento relacional do que a mediana, como se pode observar através dos excertos de interacções que apresentamos.
Palavras-chave: Estatística; interacção entre pares; conhecimento instrumental e relacional; mobilização de competências.


Páginas : 3-31

<< Voltar ao Indíce





© Copyright 2007 Associação de Professores de Matemática / Todos os direitos reservados