Login    



1995, vol 4, nº1
Janeiro/Junho


A versão integral deste texto só está disponível on-line para os sócios da APM com as quotas actualizadas. Se é sócio faça o seu login.


Artigo seleccionado

O movimento construcionista social na Psicologia moderna
Kenneth J. Gergen

Resumo. A perspectiva construcionista social vê o discurso sobre o mundo, não como uma imagem reflectida ou um mapa, mas como um artefacto de interacção comum. O construcionismo constitui uma contestação significativa às ideias convencionais, tanto enquanto orientação para o conhecimento como quanto ao carácter dos construtos psicológicos. Embora as raízes do pensamento construcionista possam ser detectadas nos longos debates entre as escolas de pensamento empiricista e racionalista, o construcionismo tenta ultrapassar o dualismo implícito nestas duas tradições e colocar o conhecimento entre os processos de interacção social. Ainda que o papel da explicação psicossocial se tenha tomado problemático, um construcionismo totalmente desenvolvido pode fornecer meios para a compreensão dos processos da ciência bem como convidar ao desenvolvimento de critérios alternativos para a avaliação da investigação psicológica.

Páginas : 83-102

<< Voltar ao Indíce





© Copyright 2007 Associação de Professores de Matemática / Todos os direitos reservados