Login    



2015, vol XXIV, nº1
1º semestre


A versão integral deste texto só está disponível on-line para os sócios da APM com as quotas actualizadas. Se é sócio faça o seu login.


Artigos

Educar pela probabilidade: um ensaio sobre possíveis educabilidades junto aos pensamentos de Nietzsche e Deleuze
Filipe Santos Fernandes; Roger Miarka

Resumo. Neste artigo, buscamos pensar as educabilidades possíveis junto à probabilidade quando atravessada pelo pensamento dos filósofos Friedrich Nietzsche e Gilles Deleuze. Ao optar por uma postura política que desvincula a probabilidade da educação estatística, firmando assim uma “educação pela probabilidade”, percorremos aspectos de como esse modo de pensar pode ser potencializado em uma educação escolar. Teceremos, então, considerações sobre as formas de conhecimento que podem emergir em uma postura pedagógica pautada nesse pensamento e sobre o processo de matematização — entendida como ação crítica sobre e pela matemática — da probabilidade na educação escolar. No que tange a matematização, em especial, procuramos problematizar quatro definições de probabilidade comumente encontradas na educação escolar e superior — clássica, frequencista, axiomática, subjetiva — buscando, junto ao pensamento dos autores já citados e outros, repensar suas educabilidades no âmbito escolar.

Abstract. In this article, we think about the possible educabilities by means of the probability permeated by the thought of the philosophers Friedrich Nietzsche and Gilles Deleuze. By choosing a political position that unbounds the probability from mathematics education, thus establishing an “education by the probability”, we go through aspects that can strengthen this way of thinking in a school education. We will set forth considerations about forms of knowledge that may emerge from a pedagogical attitude guided by this thought and about the mathematization process of the probability in a school education, understanding this process as an action on and through mathematics. Regarding specially the mathematization, we discuss four definitions of probability commonly found in education and, together with the thought of the authors already mentioned and others, we seek to rethink its educabilities in the school context.


Páginas : 81-102

<< Voltar ao Indíce





© Copyright 2007 Associação de Professores de Matemática / Todos os direitos reservados