Login    



2012, vol XXI, nº2
2º semestre


A versão integral deste texto só está disponível on-line para os sócios da APM com as quotas actualizadas. Se é sócio faça o seu login.


Artigos

Os padrões e o raciocínio indutivo em matemática
Isabel Vale; Teresa Pimentel

Resumo. O ponto de partida para este artigo reside na análise e reflexão sobre um trabalho realizado no âmbito do projeto Padrões. Esta reflexão conduziu a um esclarecimento do nosso entendimento sobre o conceito de padrão e sobre o(s) raciocínio(s) associado(s) a um tipo particular de tarefas: a descoberta de padrões em contextos figurativos. A reflexão é sustentada pelas ideias de autores de referência e pelo trabalho desenvolvido com alunos de diferentes níveis de ensino, incluindo a formação de professores, na exploração de tarefas de padrões, de que se apresentam alguns exemplos ilustrativos. O nosso objetivo é revelar as potencialidades da resolução de tarefas de padrão, numa perspetiva de ensino exploratório, para o desenvolvimento do raciocínio matemático, em particular da abdução como componente do raciocínio indutivo.

Abstract. The starting point for this article is the analysis and reflection on a work performed under the project Patterns. This regard led to the clarification of our understanding of the concept of pattern and the type(s) of reasoning associated to a particular task: the discovery of patterns in figurative contexts. Reflection is grounded on the ideas of experts and on the work with students from different educational levels, including teacher education, in the exploration of pattern tasks, of which we present some illustrative examples. Our goal is to reveal the potential of solving pattern tasks, in a perspective of exploratory learning, in the development of mathematical reasoning, in particular the abduction as a component of inductive reasoning.


Páginas : 29-50

<< Voltar ao Indíce





© Copyright 2007 Associação de Professores de Matemática / Todos os direitos reservados