HomeLoja Virtual
Para beneficiar das opções personalizadas deste site tem de fazer login ou registar-se como sócio da APM.
 A Associação
 Publicações
 Actividades
 Recursos
 Outros
 Eleições 2017

Home > A Associação > Núcleos Regionais > Núcleo de Coimbra > Resumo 8

Resumo 8

 

ROSAS E OUTRAS FLORES

Uma Aplicação da Trigonometria no Secundário, com o GeoGebra

VII CoimbraMat 2013 | 16 de fevereiro de 2013

Alice Rodrigues

Escola Secundária da Lousã

3200-232 Lousã, Portugal

alicer.email@gmail.com

Resumo

Peter M. Maurer [1], em 1987, no texto A rose is a rose, enuncia alguns algoritmos para obter rosas, utilizando o programa O Rose. Explica Peter M. Maurer que O Rose recebeu este nome a partir do gráfico polar da função r(t)=sin(nt), para n inteiro e positivo. Hoje, utilizando um Ambiente de Geometria Dinâmica, no nosso caso o GeoGebra, podemos, de forma mais simples, obter as rosas de Peter M. Maurer e outras flores.

Aliando a periodicidade das funções trigonométricas às características do plano polar, obtêm-se representações gráficas visualmente muito bonitas, flores polares (margaridas, camélias e rosas para além dos conhecidos limaçons).

Os alunos do ensino secundário, em particular os do 11.º e do 12.º anos, têm competências para compreender e utilizar os conceitos necessários à obtenção destes gráficos. Como facilmente se apropriam das capacidades do software, depressa obtêm e decoram flores polares dinâmicas.

Nesta sessão, vamos também construir estas flores para podermos, posteriormente, experimentar esta atividade junto dos nossos alunos.

[1] MAURER, Peter M. A rose is a rose. The American Mathematical Monthly. [S.l.]: Mathematical Association of América. N.º 7 (1987), p. 631–645.

BEM VINDO ao sítio do Núcleo de Coimbra
Nova Comissão Coordenadora
Profmat
BiMAT - Boletim
Eventos
Tardes com o Núcleo
Historial
Comissão Coordenadora
V CoimbraMat 2010
VI CoimbraMAT 2012
VII CoimbraMat 2013
Contactos
© Copyright 2010 Associação de Professores de Matemática / Todos os direitos reservados
tecnologia ínCentea