D. Guiomar

 

Filha de Pedro Nunes.

 


D. Guiomar viva com o seu pai, em Coimbra, quando se deu o episódio da Cutilada, o qual se deve ter passado entre 1573 e 1578 e é referido por:

 

 

D. Guiomar é alcunhada de a cutilada, porque deu com um canivete na cara de Heitor de Sá, perante o bispo D. Manuel de Menezes, pois este faltou à promessa que tinha feito de casar com ela.

D. Guiomar acabou por ir para o mosteiro de Santa Clara, onde professou.

Mas para conseguir chegar ao Convento teve de se esconder dentro de uma canasta pois os parentes e amigos de Heitor tentaram matá-la.

Segundo António Baião, ter-se-ão feito várias poesias "latina e vulgares" sobre este episódio, como a seguinte:

 

Senhora Dona Guiomar
Moradora na Calçada
Que destes a cutiliada
Senhora Dona Guiomar
Que moraveis na Calçada;
Mereceis tença d’El-Rei
Pois destes a cutiliada

 



Se quiser contactar-nos para fazer alguma sugestão ou colaborar neste projecto,
por favor envie um e-mail para: gthem@apm.pt