Para beneficiar das opções personalizadas deste site tem de fazer login ou registar-se como sócio da APM.    

Apresentação ProfMatProfMatApresentação SIEMXXVI SIEMLocaisInscriçõesCentenário Sebastião e Silva 


ProfMat 2015 Comissão organizadora |   Contactos |   Apoios

ProfMat 2015

 

ATAS PROFMAT 2015


 

Descubra tudo o que se passou no ProfMat 2015...


Veja o álbum de fotos no Facebook

ProfMat2015 - Dia 0 |    ProfMat2015 - Dia 1 |    ProfMat2015 - Dia 2 |    ProfMat2015 - Jantar |    ProfMat2015 - Dia 3


Receção e secretariado

A receção do ProfMat 2015 terá lugar no dia 25 de março (4ª feira), entre as 21h00 e as 23h00, no átrio do pavilhão A3, e no dia 26 de março (5ª feira), entre as 8h e as 13h, no mesmo local.

O secretariado do Encontro funciona no Gabinete das Artes, no Piso 0 do Pavilhão A3 no seguinte horário:

  • No dia 26 de março, das 13h30 às 17h30;
  • No dia 27 de março, das 11h às 12h30 e das 13h30 às 16h30;
  • No dia 28 de março, das 8h30 às 11h00 e das 14h00 às 16h00.

 

 

 


 

 

O Encontro Nacional de Professores de Matemática, anualmente organizado pela APM, regressa a Évora em 2015.

Aqui tivemos oportunidade de comemorar os dez anos de ProfMat, em 1995, e os vinte anos em 2005. Aqui esperamos reencontrar-nos, todos, para comemorar os 30 anos de Encontros.

De Encontro da APM, de encontro connosco próprio, de encontros uns com os outros. Momento de balanço e de partilha: de práticas, de anseios, de trabalhos, de medos  e de sonhos. E também de vontades por aquilo em que continuamos a acreditar.

Nos últimos 30 anos vivemos momentos altos e momentos baixos.

Momentos de grande exaltação colectiva em que acreditámos que (quase) tudo era possível. Momentos de forte investimento no nosso crescimento e desenvolvimento profissionais. Vimos algumas coisas em que acreditávamos verem concretizar-se. Assistimos a períodos de forte investimento na valorização da nossa condição docente e vimos as aprendizagens dos nossos alunos tornarem-se mais sólidas porque feitas com mais sentido e significado. Vimos o País a ter melhores prestações em estudos internacionais como o PISA ou o TIMMS e a tornar-se frequente alunos portugueses a serem notícia por resultados alcançados em concursos internacionais nas áreas da matemática. Enfim a Matemática deixara de ser notícia apenas por más razões. Por isso sentíamos que haviam valido a pena o nosso empenho e os nossos quereres.

Nos últimos dez anos alguns movimentos de sentidos contraditórios vieram entretanto, gradualmente a acontecer. A nossa vida enquanto profissionais de educação deixou, para muitos, de ser perspectivável , a vida nas escolas tornou-se muitas vezes desmotivadora e com isso algum desinvestimento individual foi-se instalando. O currículo viu-se amputado de áreas de estudo e de trabalho, algumas disciplinas viram reduzidas as cargas horárias semanais, tudo isto sem um fio condutor ou uma visão de conjunto sobre um todo que se quereria coerente. Apesar disso aspectos positivos na matemática foram percepcionados também por muitos. O programa de formação e de acompanhamento à experimentação e implementação de um novo programa para o ensino básico é disso exemplo.

Entretanto, num ápice, sem estudos de avaliação de suporte e sem justificação sustentável, eis que somos surpreendidos por novos programas para o ensino básico, primeiro, e para o ensino secundário a seguir.  Assentes num formalismo exacerbado em nome de uma cientificidade de carácter muitas vezes duvidoso, com uma extensão e com uma rigidez de aplicação que parece ignorar que não pode haver aprendizagem sem compreensão, real, dos conceitos. E logo num ano em que se assinala o centenário de José Sebastião e Silva que ousou sonhar, tal como nós, que era possível ensinar matemática a todos, com intuição, rigor e compreensão.

É pois neste contexto que o ProfMat 2015 vai acontecer. Por isso o tema central do Encontro ser “A Matemática e o Currículo Escolar”.

Sendo certo que não é possível ensinar tudo a todos e tudo da mesma forma, qual o papel que a Matemática deve desempenhar na formação dos nossos alunos num contexto de 18 anos de escolaridade obrigatória? De todos os alunos!

Porque acreditamos que as nossas escolas não podem ser locais de entretenimento nos intervalos dos treinos para a realização de exames, porque ousamos continuar a sonhar que é possível desejar aprender e desejar ensinar, convidamos todos, de novo, a mais uma vez continuarmos a encontrar-nos.

Na nossa APM, para
“Dizer de viva voz

Que não estamos sós…”

Em Évora, cidade branca de todas as encruzilhadas, na primavera de 2015! No XXXI ProfMat!

^ Topo




Comissão Organizadora

 

António Borralho Carla Mesquita Lopes Joana Latas
Ana Felgueiras
Carlos Rosmaninho Lídia Santos
Ana Paula Júlio Hélia Jacinto Margarida Guégués
António Cardoso Isabel Vale Maria Teresa Santos
Artur Bruno
Jaime Carvalho Silva
Rui Gonçalo Espadeiro
Elsa Barbosa Joaquim Félix Sofia Delgadinho

^ Topo



Contactos

profmat2015@apm.pt

ProfMat 2015 - Associação de Professores de Matemática

Rua Dr. João Couto, n.º 27-A

1500-236 Lisboa

Tel.: +351 21 716 36 90 / 21 711 03 77


Fax: +351 21 716 64 24

^ Topo



Apoios

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

^ Topo

 




© Copyright 2010 Associação de Professores de Matemática / Todos os direitos reservados