Guião para a discussão do Relatório Preliminar do Projecto Matemática 2001


O Projecto Matemática 2001 tem por objectivo elaborar um diagnóstico e recomendações para o ensino e a aprendizagem desta disciplina O Relatório Preliminar aborda o contexto escolar, as condições de trabalho, as práticas profissionais e a formação de professores. Neste guião propomos diversas questões para análise e convidamos todos os professores a discuti-las com base no Relatório Preliminar, dando-nos a conhecer as suas perspectivas sobre os assuntos abordados e a sua posição relativamente às recomendações propostas. Toda a correspondência deve ser enviada para a sede da APM até ao dia 15 de Maio de 1998.


• Há necessidade de introduzir modificações nas finalidades e objectivos do ensino da Matemática propostas nos currículos e programas? Em que direcção? Devem ser feitas outras modificações nos currículos programas? Quais?
• Quais as principais mudanças que é necessário introduzir na prática pedagógica no que se refere às situações de trabalho e tarefas a propor aos alunos, bem como aos materiais a utilizar?
• De que modo deve ser usado pelos professores o manual escolar? E pelos alunos?
• Há necessidade de introduzir modificações no sistema de avaliação? Quais? Que mudanças será necessário introduzir nas práticas de avaliação?
• Como deve funcionar o apoio pedagógico acrescido? Que condições são necessárias para que este apoio possa tornar-se uma ajuda real aos alunos com dificuldades de aprendizagem?
• Qual deve ser o futuro da área-escola?
• Qual a importância do trabalho extra-curricular relativamente ao ensino da Matemática de cada escola?

• Devem as escolas poder escolher mais de um manual de Matemática para cada ano de escolaridade? Com base em que critérios deve ser feita essa escolha?
• Que materiais e recursos devem ser utilizados na preparação das actividades lectivas?
• Qual a importância das práticas colaborativas entre os professores da mesma escola e professores com interesses afins?
• Qual deve ser o papel do delegado de grupo?

• Serão necessárias estruturas de apoio local aos professores dos diversos níveis de ensino e aos delegados de grupo? Com que objectivos?
• Devem ser criados lugares de especialistas curriculares de apoio ao trabalho das escolas?
• Devem existir sistemas de apoio à distância aos professores? Com que função?
• Que materiais e recursos devem constituir o equipamento de base das escolas para o ensino-aprendizagem da Matemática nos diversos níveis de ensino?
• Os laboratórios de Matemática são necessários para que níveis de ensino? Qual a estratégia a seguir para a sua criação?
• Qual a importância das salas de trabalho para os professores?
• Qual a prioridade que deve ter a eliminação dos turnos e regimes duplos no funcionamento das escolas?

• Que alterações devem ser introduzidas na regulamentação e funcionamento da formação contínua?
• Quais os temas e aspectos da prática profissional que devem ser trabalhados prioritariamente na formação de professores?
• Como se pode promover uma maior relação entre a formação contínua e a prática lectiva?
• Quais as modalidades prioritárias que devem ser usadas nesta formação?
• Como devem ser avaliados os centros e as instituições que fazem formação inicial e contínua de professores? Como melhorar a qualidade da formação proporcionada por estas entidades?
• Há necessidade de rever o sistema de profissionalização em serviço? Em que perspectiva?
• Qual a papel e a importância da formação especializada?